Relacionamento Sério | Unamoro
Relacionamento Sério | Unamoro

Como o conhecimento sobre as linguagens do amor pode fortalecer o relacionamento amoroso?

341

As “Cinco linguagens do amor”, conceito desenvolvido por Gary Chapman, descrevem diferentes maneiras pelas quais as pessoas expressam e recebem amor: Palavras de afirmação, tempo de qualidade, Receber presentes, Atos de serviço e Toque físico. A seguir são apresentadas algumas considerações sobre cada uma dessas linguagens.

1. Palavras de afirmação

“Um bom elogio pode me manter vivo durante dois meses” (Mark Twain). Se pensarmos em um ano, seis elogios seriam suficientes. Não se engane. Quem tem palavras de afirmação como a primeira linguagem do Amor, com certeza, precisará de mais do que isso. Essas palavras podem ser elogios relacionados a aparência física, um simples jantar que foi preparado com carinho ou até mesmo a conquista de um novo emprego. Não se trata apenas de agradecer, mas de fazer o outro se sentir admirado. A admiração é um dos pilares para um relacionamento saudável.

2. Tempo de qualidade

Passar tempo de qualidade com o cônjuge é aproveitar para estar próximo emocionalmente e não apenas fisicamente. Saber o que o outro gostaria de fazer em sua companhia e se esforçar para que, nas condições do casal, isso seja possível é de fundamental importância. O tempo de qualidade pode incluir discussões proveitosas sobre diferentes temas que o casal precisa resolver, mas sem esquecer de que as Palavras de afirmação precisam estar presentes.

3. Receber presentes

Presentes são símbolos visuais do amor. Dar presentes é uma forma de lembrar do outro e materializar essa lembrança, levando algo, que pode ser até mesmo um bombom. Quanto mais o casal se conhece, mais fácil será a escolha de um presente. O que vale aqui não é o valor monetário. Não é uma forma de compensar por não ter tempo de qualidade. O tempo de qualidade também pode ser em uma viagem dada como um presente. É sempre bom pensar que essas linguagens do amor estão interrelacionadas.

4. Atos de serviço

Entender o que são atos de serviço pode ser algo inovador na relação. Ter em mente que um dos cônjuges tem esta linguagem como a prioridade é agir com gratidão e não pensar que é uma obrigação. Isso fará o cônjuge que tem essa linguagem como a primeira, se sentir valorizado. Atos de serviço podem ser desde a organização da casa até um pagamento que foi feito no último momento. Quando o casal é amigo, são parceiros de vida e entenderão que o outro faz atos de serviço como uma linguagem do seu amor e isso precisa ser validado pelo seu cônjuge.

5. Toque físico

Finalmente, o toque físico pode ser a primeira linguagem do amor e isso não se resume ao ato sexual. Falando em ato sexual, este não é apenas o momento da relação em si, mas todas as etapas que envolvem o clímax do momento. O toque físico pode ajudar muito na intimidade do casal, quando não se resume apenas à parte visceral. Abraços são demonstrações de carinho, assim como andar de mão dadas. Preliminares demoradas, com uma comunicação aberta, visando um maior tempo de qualidade podem aproximar ainda mais emocionalmente o casal.

Compreender a linguagem do amor do seu cônjuge pode ajudar a fortalecer a conexão emocional, evitar mal-entendidos, mostrar carinho e admiração, compreender as necessidades emocionais, bem como resolver ou evitar conflitos. As linguagens do amor, além de, geralmente, serem diferentes entre o casal, ela não é exclusivista, isto é, quem tem palavras de afirmação como a linguagem que mais se sobressai, pode ter tempo de qualidade como a segunda linguagem mais importante. Além disso, é possível que as preferências mudem ao longo do tempo e das circunstâncias que o casal estiver vivendo.

A diferença entre as prioridades de cada um no relacionamento, com relação às linguagens do amor, podem ser um desafio para que o casal mantenha uma comunicação com empatia e respeito. Isso fará com que eles validem os sentimentos do outro e melhorem a convivência. Estar disposto para se adaptar à linguagem do outro é uma demonstração de amor, pois estará considerando as necessidades do (a) parceiro (a). Exercitar a paciência para entender como o outro se sente amado e estar sempre atento às suas reações quando poderia ter feito algo que o outro considera importante. A reciprocidade no relacionamento será fundamental para que ambos se sintam amados e valorizados em sua escala de prioridades das Cinco Linguagens do Amor.

Autora: Ester Ribeiro de Andrade

Escrevi este texto baseado em livros que já li e na minha experiência pessoal.
Livros:

  1. As cinco linguagens do amor. Gary Champman (https://euamolivros.com/wpcontent/uploads/2023/05/As-Cinco-Linguagens-do-Amor-Gary-Chapman.pdf)
  2. Amar, desamar e amar de novo. Marcos Lacerda. Editora VR S.A., 2019.

Usamos cookies para garantir que oferecemos a melhor experiência em nosso site. Se você continuar a usar este site, assumiremos que está satisfeito com ele. Aceito Consulte mais informação